Slideshow

Projetos

E-mail Imprimir PDF

1. Estudo das Relações Genômicas entre Espécies de Passiflora: Coleta, Manutenção e Caracterização Citogenética e Morfológica de Germoplasma

O projeto tem como objetivo criar um banco ativo de germoplasma de Passiflora (Passifloraceae), com espécies provenientes de coletas na Mata Atlântica da Bahia e de doações feitas por outras Instituições; estudar o sistema reprodutivo das espécies silvestres e analisar características citogenéticas (mitose, meiose e conteúdo de DNA nuclear) e dados quantitativos resultantes de medições de estruturas que ornamentam a parede dos grãos de pólen utilizando-se microscópio de varredura.

Financiamento: FAPESB
Vigência: 2004 a 2009

2. Desenvolvimento de Híbridos Interespecíficos de Passifloras Ornamentais e Avaliação com Base em Variáveis Morfológicas, Fisiológicas e Citogenéticas (Para o Fortalecimento da Agricultura Familiar na Bahia)

As passifloras são apreciadas no mundo inteiro por seu valor ornamental. O Brasil não tem explorado o potencial dessas espécies essencialmente tropicais no mercado de plantas ornamentais por não existirem programas de hibridação específicos para essa finalidade, ou seja, aproveitando-se o germoplasma nativo para o desenvolvimento de mudas híbridas que agreguem valores atraentes ao mercado de plantas ornamentais específico de cada região do país. Com o objetivo de desenvolver híbridos interespecíficos de passifloras para ornamentação de interiores, pretende-se com esse projeto obter-se progênies F1 do cruzamento entre espécies consideradas ornamentais pela beleza das flores e folhagem com outras espécies, escolhidas devido ao pequeno porte e beleza da folhagem, e por serem nativas do sul da Bahia. Os híbridos serão avaliados utilizando-se parâmetros: a) morfológicos, como características qualitativas da flor e fenologia floral, características da folhagem e do fruto; b) fisiológicos, como medição de trocas gasosas foliares, de emissão de fluorescência, da área foliar, composição química, e anatômicos, como plasticidade foliar; e c) citogenéticos, utilizando-se técnicas de citogenética clássica para análise da compatibilidade reprodutiva entre os genitores, e citogenética molecular (GISH), para análise de introgressão de cromossomos dos genitores ou dos seus segmentos, nos híbridos.

Financiamento: CNPq e FAPESB
Vigência: 2005 a 2007

3. Fortalecimento da Infra-estrutura de Citogenética Molecular e Biotecnologia Visando a Consolidação do Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular da UESC

O Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular (PPGGBM) da UESC tem crescido a cada ano, agregando novos alunos, bolsistas e pesquisadores. No ano de 2004 foi solicitado à CAPES o credenciamento para o Doutorado com ênfase em Biotecnologia. Visando à consolidação do PPGGBM, novos projetos e parcerias interinstitucionais têm sido implementadas, porém há a necessidade do fortalecimento das linhas de pesquisa em Citogenética Molecular e Biotecnologia para atender à uma demanda crescente no Nordeste brasileiro. Para acompanhar os avanços propostos pelo PPGGBM, implementando tecnologias de ponta e formando recursos humanos capacitados na região sul da Bahia, é imprescindível a aquisição de equipamentos para a modernização dos laboratórios que atendem ao Programa.

Financiamento: FAPESB
Vigência: 2005 a 2007

4. Manutenção e Caracterização Citogenética-Molecular da Coleção de Passifloras da UESC

As passifloras são plantas trepadeiras de valor ornamental, devido a sua folhagem e suas flores consideradas exóticas e complexas, algumas de coloração forte e brilhante, outras suave e marcante, principalmente devido à presença da corona, característica da família Passifloraceae. Muitas espécies de Passiflora são nativas da mata Atlântica baiana, porém a maioria delas é desconhecida em relação a reprodução e citogenética, com apenas 17% das espécies tendo o seu número cromossômico (2n) determinado. A manutenção de espécies silvestres de Passiflora em coleções protegidas é de extrema importância por tratar-se de germoplasma que habitam as manchas de mata Atlântica que estão em constante ameaça de desmatamento. Porém, mantê-las em cultivo protegido requer um manejo correto, com pulverizações, adubações e podas programadas, devido, principalmente, à suscetibilidade dessas espécies a fungos, bactérias e pragas. Assim, esse projeto propõe: a) a manutenção da coleção já existente na UESC por meio de tratos culturais específicos; b) a identificação de doenças para seu controle efetivo; c) a caracterização citogenética-molecular para estimativa de compatibilidade cromossômica e seleção de possíveis genitores em hibridações interespecíficas.

Financiamento: UESC
Vigência: 2005 a 2007

5. Coleta de Germoplasma, Produção e Análise de Híbridos Ornamentais de Passifloras no Sul da Bahia

Com o objetivo de desenvolver híbridos interespecíficos de passifloras para ornamentação de interiores, o projeto consta de duas etapas: 1) bioprospecção de espécies silvestres em fragmentos de mata Atlântica do sul da Bahia, para avaliação morfológica e molecular dos indivíduos e utilização em futuros programas de hibridação; 2) produção de híbridos (Progênies F1) resultantes de cruzamento entre espécies consideradas ornamentais pela beleza das flores e folhagem, e por serem nativas do sul da Bahia, a serem utilizadas tanto como doadoras quanto receptoras de pólen, e análise dos híbridos com metodologias de biologia e citogenética  moleculares. Amostras de sementes híbridas de todas as progênies obtidas dos cruzamentos serão germinadas em casa de vegetação. Os híbridos serão avaliados utilizando-se os parâmetros: a) morfológicos, como características qualitativas da flor e fenologia floral, características da folhagem e dos frutos; b) citogenéticos, utilizando-se citogenética molecular via hibridização in situ fluorescente (FISH) e hibridização in situ genômica (GISH), para análise de introgressão de cromossomos dos genitores ou de seus segmentos nos híbridos; e ci) moleculares, por meio de estudos de marcadores moleculares via microssatélites. Esta pesquisa almeja um retorno do investimento público à sociedade, visando como resultados práticos a obtenção de híbridos de passifloras ornamentais e sua exploração sustentável para o fortalecimento da agricultura familiar e geração de renda na região sul da Bahia e, em última instância, a valorização das espécies brasileiras.

Financiamento: FAPESB
Vigência: 2006 a 2009

6. Produção e Análise Molecular (SSR) de Híbridos Ornamentais de Passiflora no Sul da Bahia

As passifloras são apreciadas por seu valor ornamental. Suas flores são exóticas e com enorme variabilidade de cores. Igualmente fascinante, a família Passifloraceae possui espécies com valor ornamental somente em função da folhagem. O cruzamento entre espécies vem sendo utilizado em outros países para seleção de híbridos de valor comercial. O Brasil não tem explorado seu potencial utilizando o germoplasma nativo através de hibridações que agreguem valores de mercado. Com o objetivo de desenvolver híbridos interespecíficos de passifloras para ornamentação, o projeto consta de duas etapas: 1) bioprospecção de espécies silvestres em fragmentos de mata Atlântica do sul da Bahia, para avaliação morfológica e molecular, e utilização em futuros programas de hibridação; 2) produção de híbridos de cruzamentos entre espécies qualificadas como ornamentais e nativas do sul da Bahia, e análise dos híbridos com métodos moleculares. Os híbridos serão avaliados utilizando-se os parâmetros: a) morfológicos, como características da flor, folhagem e dos frutos; b) moleculares, por meio de estudos de marcadores moleculares via microssatélites. Esta pesquisa almeja um retorno do investimento público à sociedade, visando como resultados práticos à obtenção de híbridos de passifloras ornamentais e sua exploração sustentável.

Financiamento: FAPESB
Vigência: 2007 a 2009

Você está aqui: Projetos