Slideshow

Histórico

E-mail Imprimir PDF

As pesquisas com passifloras foram iniciadas na UESC em 2004, quando foi criado um Banco Ativo de Germoplasma, o BAG-Passifloras, com financiamento da FAPESB e da UESC. O BAG-Passifloras mantém espécies silvestres, sendo algumas nativas da região da Mata Atlântica baiana e já adaptadas ao clima tropical úmido. Desde então, uma equipe de dez professores da UESC e cinco pesquisadores de outras Instituições, bolsistas de Mestrado e de Iniciação Científica, além de Voluntários, vêm desenvolvendo atividades de pesquisa básica e aplicada, envolvendo análise de compatibilidade para cruzamentos e produção de híbridos interespecíficos, caracterização morfológica do germoplasma silvestre, citogenética e marcadores moleculares, além de fisiologia, anatomia e biologia da reprodução. Em 2006 foi criado o Grupo de Pesquisa CARACTERIZAÇÃO DE GERMOPLASMA E MELHORAMENTO DE PASSIFLORAS, visando à institucionalização junto à UESC e ao CNPq das Ações de Pesquisa em andamento com passifloras na UESC. Atualmente, o Grupo da UESC visa à produção e estudos de híbridos interespecíficos com potencial para ornamentação. Para a consolidação do Grupo de Pesquisa, além da crescente produção a cada ano, visa-se oportunizar encontros anuais para exposição dos resultados de pesquisas obtidos e discussão de metas que visem a obtenção de passifloras ornamentais na UESC, fortalecendo, desta forma, a proposta de desenvolvimento de produtos para a sociedade baiana valorizando suas espécies nativas.

Você está aqui: Histórico